back

Voltar

Explorar

Falha das Ínsuas do Lima

Geomorfologia do rio Lima

O Monumento Natural Local da Falha das Ínsuas do Lima destaca-se na sua importância geomorfológica associada à atividade inversa da falha das Ínsuas (NNO-SSE) e da falha do Lima (ENE-OSO) (Carvalhido, 2012; Carvalhido et al., 2014a, b, c). Estas estruturas estão envolvidas no controlo da ampla depressão que constitui o troço vestibular do Lima, prolongada na planície aluvial que se desenvolve a diferentes altitudes de referência consoante a margem, formando dois compartimentos: o norte, mais soerguido, preserva o importante couto salineiro de Portuzelo-Meadela (altitude média de 2.6 a 3 metros n.m.m.); o sul, com altitude de referência mais baixa (0.1 a 2.3 metros n.m.m.), onde ocorrem as zonas húmidas da Veiga de S. Simão e as Lagoas de Vila Franca, bem como a área salineira de Darque e Mazarefes.


Referências bibliográficas:

Carvalhido, Ricardo (2012). O Litoral Norte de Portugal (Minho-Neiva): evolução paleoambiental quaternária e proposta de conservação do património geomorfológico. Tese de Doutoramento. Universidade do Minho, 562 p.

Carvalhido, R.; Pereira, D. & Cunha, P. (2014a) – Depósitos costeiros quaternários do noroeste de Portugal (Minho - Neiva): caracterização datação e interpretação paleoambiental. Comunicações Geológicas (2014) 101, Especial II, 605–609.

Carvalhido, R.; Brilha, J. & Pereira, D. (2014b) – Monumentos Naturais Locais de Viana do Castelo: processo de classificação e estratégias de valorização. Comunicações Geológicas (2014) 101, Especial III, 1219–1223.

Carvalhido, R.; Pereira, D; Cunha, P.; Buylaert, J. & Murray, A. (2014c) Characterization and dating of coastal deposits of NW Portugal (Minho-Neiva area): a record of climate, eustasy and crustal uplift during the Quaternary. Quat Int, 328-329: 94–106

O Monumento Natural Local da Falha das Ínsuas do Lima destaca-se na sua importância geomorfológica associada à atividade inversa da falha das Ínsuas (NNO-SSE) e da falha do Lima (ENE-OSO) (Carvalhido, 2012; Carvalhido et al., 2014a, b, c). Estas estruturas estão envolvidas no controlo da ampla depressão que constitui o troço vestibular do Lima, prolongada na planície aluvial que se desenvolve a diferentes altitudes de referência consoante a margem, formando dois compartimentos: o norte, mais soerguido, preserva o importante couto salineiro de Portuzelo-Meadela (altitude média de 2.6 a 3 metros n.m.m.); o sul, com altitude de referência mais baixa (0.1 a 2.3 metros n.m.m.), onde ocorrem as zonas húmidas da Veiga de S. Simão e as Lagoas de Vila Franca, bem como a área salineira de Darque e Mazarefes.


Referências bibliográficas:

Carvalhido, Ricardo (2012). O Litoral Norte de Portugal (Minho-Neiva): evolução paleoambiental quaternária e proposta de conservação do património geomorfológico. Tese de Doutoramento. Universidade do Minho, 562 p.

Carvalhido, R.; Pereira, D. & Cunha, P. (2014a) – Depósitos costeiros quaternários do noroeste de Portugal (Minho - Neiva): caracterização datação e interpretação paleoambiental. Comunicações Geológicas (2014) 101, Especial II, 605–609.

Carvalhido, R.; Brilha, J. & Pereira, D. (2014b) – Monumentos Naturais Locais de Viana do Castelo: processo de classificação e estratégias de valorização. Comunicações Geológicas (2014) 101, Especial III, 1219–1223.

Carvalhido, R.; Pereira, D; Cunha, P.; Buylaert, J. & Murray, A. (2014c) Characterization and dating of coastal deposits of NW Portugal (Minho-Neiva area): a record of climate, eustasy and crustal uplift during the Quaternary. Quat Int, 328-329: 94–106

Localização

Este local deve ser visitado com alguma precaução, pois dependendo das condições marítimas, os geossítios podem não estar visíveis. Procure visitar em maré vaza e com o mar tranquilo.

Coordenadas

Lat: 41,695721

Long: -8,8174198

Legenda
Tema
Ponto de interesse

Temas

Conheça todos os temas do Falha das Ínsuas do Lima

Olá pequenote!

Sou o Piquinhos e posso ajudar-te a aprender mais sobre o Geoparque!

Ver detalhes técnicos

Referências e artigos científicos

Carvalhido, R.; Pereira, D.; Cunha, P.; Buylaert, J. & Murray, A. (2014). Characterization and dating of coastal deposits of NW Portugal (Minho-Neiva area): A record of climate, eustasy and crustal uplift during the Quaternary. Quaternary International 328-329, pp. 94-106.

Carvalhido, R.; Brilha, J. & Pereira, D. (2016). Designation of Natural Monuments by the Local Administration: the Example of Viana Do Castelo Municipality and its Engagement with Geoconservation (NW Portugal). Geoheritage-Springer, 8, DOI:10.1007/s12371-016-0183-2.

Carvalhido (2012). O Litoral Norte de Portugal (Minho-Neiva): evolução paleoambiental quaternária e proposta de conservação do património geomorfológico. Tese de Doutoramento, Universidade do Minho, 560 p.

Modo Infantil

Conheça o geoparque num formato mais simples e direcionado para os mais pequenos.

Clique ENTER para pesquisar ou ESC para sair